História


HistóriaHDS       Os programas e projetos relativos à sua construção remontam ao ano de 1974 e na sua versão inicial previam a criação de uma unidade com lotação, primeiro de 250 e, mais tarde, de 350 camas. Um ano mais tarde, em 1975, uma nova versão do projeto passou a prever uma lotação de 502 camas.

       A construção do Hospital teve início no primeiro trimestre de 1978, tendo então a lotação sido alterada para 484 camas, devido à transformação de uma unidade de Internamento em Quartos Particulares, não previstos inicialmente. No entanto, a necessidade de expansão dos serviços e a instalação de novas especialidades inicialmente não consideradas, levaram a um novo aumento da lotação, desta vez para 513 camas, utilizando a mesma área de Internamento.

       O terreno de implantação do Hospital tem uma área total de 48.000 m2, sendo a área de construção de 43.075 m2, a área coberta de 10.300 m2 e a área por cama de 89 m2. A construção é do tipo monobloco, com 14 pisos, 11 dos quais a partir do podium. As enfermarias são ligadas entre si, com os serviços, por três eixos de comunicação vertical, um central e dois laterais.

       Tendo iniciado a sua atividade, no ano de 1985, com 240 camas, o Hospital conta atualmente com uma lotação de 372 camas, das quais 176 estão afetas à área médica, 125 à Cirurgia, 18 à Psiquiatria e Saúde Mental, 47 ao departamento da Mulher e Criança e 6 à Unidade de Cuidados Intensivos. A Instituição encontra-se igualmente dotada de todas as principais especialidades médicas e cirúrgicas, servindo uma população de aproximadamente 192.000 habitantes.

      Em 2002, o Hospital Distrital de Santarém viu o seu estatuto ser alterado de Instituto Público para Sociedade Anónima de capitais exclusivamente públicos, adotando desde então uma gestão de tipo empresarial.

       Em Dezembro de 2005, o Hospital Distrital de Santarém, S.A. é transformado em entidade pública empresarial pelo Decreto-Lei .º 93/2005, de 7 de junho, assumindo desde então a denominação de Hospital Distrital de Santarém, EPE.

       O HDS, EPE é detido pelo Estado, através da DGTF, integrando o Setor Empresarial do Estado e tem um capital estatuário de 93.854.541,00€. Os seus estatutos foram aprovados pelo Decreto de Lei n.º 233/2005, de 29 de dezembro, alterado e republicado pelo Decreto de Lei n.º 244/2012 de 9 de novembro. Os órgãos sociais da entidade são o Conselho de Administração, o Fiscal Único e o Conselho Consultivo.