Anatomia Patológica

   DIREÇÃO / CONTACTOS / HORÁRIO 

Direção – Dr.ª Isabel Andrade 

Técnico Coordenador – Téc. Paulo Infante

Administradora Hospitalar – Dr.ª Rosário Sabino

 

Localização do Serviço – Piso -1

Acessibilidade – O Hospital Distrital de Santarém dispõe de parque de estacionamento concessionado e existem na entrada principal 4 lugares de estacionamento gratuito para utentes com deficiência.
O HDS tem acesso para cadeira de rodas em ambas as entradas.
Os utentes podem dirigir-se ao Serviço de Anatomia Patológica, no piso -1 por elevador ou escadas. Existe sinalética provisória identificativa.

Contactos – Tel.: 243 300 265 / 243 300 263 (ROR) / Email: anapatol@hds.min-saude.pt

Horário de atendimento – dias úteis, das 8h30 às 17h00


   CORPO CLÍNICO 

Organograma funcional do Serviço de Anatomia Patológica

Equipa por Categoria Profissional


   OBJETIVO E MISSÃO 

OBJETIVO:
O Serviço de Anatomia Patológica (SAP) do Hospital Distrital de Santarém (HDS) é o único Serviço Público do Distrito de Santarém que funciona desde 1989, com atividade incessante, com quadro médico e técnico permanente, coeso e com grande e diversificada experiência assistencial.

Tem como objetivo centralizar a realização dos exames Anátomo-Patológicos do Distrito de forma a rentabilizar a capacidade instalada no Hospital aumentar a eficiência e a produtividade, contribuindo para a forte internalização dos cuidados no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

É assim, objetivo global do SAP transformar-se no Centro de Excelência de todo o Distrito de Santarém na área Anátomo-Patológica, com uma abrangência de mais de 400.000 utentes, duplicando a área atual, podendo realizar exames para os hospitais do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) e do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), bem como para os centros de saúde do ACES da Lezíria do Tejo.

MISSÃO:
É missão do Serviço de Anatomia Patológica dar uma resposta de qualidade e em tempo útil, garantindo respostas adequadas, formuladas com base em recomendações de boas práticas, nacionais e internacionais, validadas cientificamente e que vão ao encontro das necessidades de rastreio, diagnóstico, estadiamento, prognóstico e tratamento dos utentes.

Tem um elevado respeito pela Ética Profissional, promove o Trabalho de Equipa visando a satisfação dos Utentes e dos Profissionais, garantindo os direitos e deveres do Utente (Lei n.º 15/2014).


   ATIVIDADE ASSISTENCIAL

A Anatomia Patológica é uma especialidade médica, que integra os meios complementares de diagnóstico e terapêutica (MCDT), responsável pela análise morfológica e molecular de órgãos, tecidos e células.

Tem o objetivo de determinar ou contribuir decisivamente para o diagnóstico de lesões e entidades, com implicações no tratamento, prognóstico, bem como na sua prevenção e deteção precoce.

Tem por base metodológica a observação macroscópica e microscópica de produtos biológicos, as quais se associam técnicas complementares de diagnóstico, designadamente, a histoquímica, a imunocitoquímica, a análise de imagem e a biologia molecular, permitindo diagnósticos mais precisos, a determinação da patogénese das lesões, detetar alterações genómicas somáticas e germinativas e identificar alvos terapêuticos e fatores preditivos de resposta à terapêutica.

A sua atividade distribui-se pelas áreas de:

HISTOPATOLOGIA

      
Observação Macro e Microscópica de material biológico retirado por:

  • Biópsias – pequenas amostras resultantes de endoscopias digestivas, colonoscopias, broncoscopias, transplantes ou de pequenas cirurgias, por exemplo retalhos de pele;
  • Peças cirúrgicas – resultantes da resseção de órgãos como vesicula biliar, útero, estômago, próstata, tumores;
  • Exames Intraoperatórios – (exames extemporâneos) efetuados no decurso das intervenções cirúrgicas para orientação e/ou decisão cirúrgica.

CITOPATOLOGIA

Citologia Esfoliativa – análise de células descamadas, obtidas a partir de superfícies anatómicas, naturalmente ou com auxílio de meios técnicos.

  •    
    Ginecológica – Despiste de lesões precursoras e do cancro do colo do útero (Papanicolaou).
  •       
    Não Ginecológica – Inclui a análise de amostras do aparelho respiratório (escovado brônquico, lavado broncoalveolar, secreção brônquica); líquidos de cavidades serosas (ascítico, pericárdico e pleural); urina e líquido cefalorraquidiano, entre outras.

   
Citologia Aspirativa por Agulha Fina (CAAF) – é um método de diagnóstico simples, rápido, muito pouco invasivo e pouco doloroso, através do qual se obtém, por aspiração em vácuo, material para diagnóstico utilizado para caracterizar a natureza de nódulos, em diversas localizações, palpáveis, detetados por si ou pelo seu médico ou com recurso a controlo imagiológico.

HISTOQUÍMICA

      
Estuda a composição química celular e dos processos biológicos que se desenrolam no interior das células, usando diferentes reagentes, que ao reagirem com as estruturas dos tecidos, permitem identificar as substâncias/estruturas em estudo bem como a sua localização.

IMUNOCITOQUÍMICA

         
É um método de localização de antígenos, em tecidos, explorando o princípio da ligação específica de anticorpos a antígenos no tecido biológico. É amplamente utilizada no diagnóstico anatomopatológico e em particular no cancro, quer para diagnóstico quer para prognóstico e definição de terapêuticas dirigidas, através da identificação e quantificação de biomarcadores.

 

BIOLOGIA MOLECULAR
Estuda fenómenos e eventos biológicos sob o ponto de vista molecular, com base nas interações entre DNA, RNA e proteínas bem como a regulação dessas interações.

 OSNA (One Step Nucleic acid Amplification)

Pesquisa de Gânglio Sentinela, no âmbito do diagnóstico e tratamento do cancro da mama.

Avaliação de status de infeção do vírus do Papiloma Humano em amostras ginecológicas – no âmbito da atividade assistencial e do Programa de Rastreio do Cancro do Colo do Útero (PRCCU).

 

AUTÓPSIA CLÍNICA

Autópsia de adulto – está fundamentalmente indicada quando se desconheça a doença e/ou a causa de morte. Disponibiliza informação para os dados epidemiológicos relativos à mortalidade. Contribui para o ensino médico. Fornece dados muito importantes para a validação de procedimentos clínico-terapêuticos nas instituições hospitalares, constituindo um procedimento de garantia da qualidade da assistência médica.

Autópsia de feto/recém-nascido – é fundamental na identificação da(s) causa(s) de morte, pós-parto e “in útero”, em situações de interrupção médica de gravidez por malformações fetais, para comprovar as alterações observadas. É crucial para o futuro seguimento da mulher e aconselhamento genético do casal em eventuais futuras gestações. Tem também particular importância para os pais, uma vez que o esclarecimento da causa de morte pode contribuir significativamente na ajuda do processo de luto.

 

OUTRAS ATIVIDADES:

O Serviço de Anatomia Patológica participa nas Consultas de decisão terapêutica (CDT) e tem uma interação ativa e dinâmica com todos os outros serviços hospitalares.

O Serviço de Anatomia Patológica é responsável pelo Registo Oncológico Nacional do HDS.

O Serviço de Anatomia Patológica integra no HDS, como unidade hospitalar do Serviço Nacional de Saúde (SNS), para o Programa de Rastreio do Cancro do Colo do Útero (PRCCU) do Distrito.

O Serviço tem um papel importante na formação específica em Anatomia Patológica – Idoneidade formativa parcial (3 anos), conferida pelo Colégio da Especialidade da Ordem do Médicos (OM).

Os elementos do Serviço participam com regularidade em reuniões e congressos, nacionais e internacionais, com comunicações, apresentação de trabalhos e publicações de artigos em revistas nacionais e internacionais.


   QUALIDADE

  • Serviço com Certificação da Qualidade de Nível Bom, emitida pelo Comité de Certificação da DGS
  • Avaliação externa de Qualidade de Técnicas Complementares:
    → Imunohistoquímica – Módulos de Patologia Geral, Cancro da Mama e Cancro do Pulmão através do programa de avaliação do Nordic Immunohistochemical Quality Control (NordiCQ).
    → Histoquímica – Coloração de rotina Hematoxilina-Eosina e painel variável através do programa de avaliação United Kingdom National External Quality Assessment Scheme (UKNEQAS CPT).
  • Integra o Centro de referência do cancro colorectal, certificado pelo Comité de Certificação da DGS.

   CARTEIRA DE SERVIÇOS E TEMPOS DE RESPOSTA

Serviços prestados pelo Serviço de Anatomia Patológica do Hospital Distrital de Santarém e tempos médios de resposta (consulte aqui)


   ACESSO A INFORMAÇÃO DE SAÚDE

Todo o material biológico que chega ao serviço de Anatomia Patológica (SAP) é sujeito a um complexo processo técnico, que permite ao médico patologista chegar, sempre que possível, a um diagnóstico preciso.

O material pertence ao utente (segundo a legislação em vigor – Regulamento 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho de 27 de abril de 2016, sendo o SAP o responsável pelo arquivo desse material, nas condições legalmente estabelecidas.

O SAP disponibiliza o relatório/material sempre que solicitado pelo utente ou por um representante legal, para tal este deve preencher o requerimento disponível emAcesso à Informação de Saúde”.


   INFORMAÇÕES DO SERVIÇO

OUTRA INFORMAÇÃO:

Direitos e Deveres do utente (em inglês)  (em francês)

Utentes de Outras Nacionalidades

ACIDI Contactos Tradutores


   INQUÉRITO DE SATISFAÇÃO 

Imagiologia

    

O Serviço de Imagiologia está integrado na área dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica e desenvolve e realiza as práticas médicas necessárias ao diagnóstico imagiológico e de intervenção diagnóstica e terapêutica. Tem como missão dar resposta com prontidão e qualidade técnica aos exames de diagnóstico por imagem solicitados pelos Serviços de Urgência, Internamento e Consulta Externa.

O Serviço está totalmente informatizado com instalação de um PACS/RIS que permite aceder em qualquer ponto do Hospital às imagens e relatórios dos exames, o que se traduz numa maior rapidez e disponibilidade aos médicos requisitantes.

A atividade do Serviço divide-se em:

  • Radiologia Convencional
  • Imagiologia Mamária
  • Ecografia
  • Tomografia Computorizada

Diretora do Serviço – Dr.ª Isabel Sapeira

 

Localização – Piso 0

Contactos – Tel.: 243 300 254 / 243 300 287 / Email: sec.imagio@hds.min-saude.pt

Horário de atendimento – dias úteis, das 8h00 às 17h00

Imuno-hemoterapia

No Serviço de Imuno-hemoterapia desenvolve-se a atividade de Medicina Transfusional, realizam-se Consultas e Sessões de Hospital de Dia de Imuno-hemoterapia, com objetivos de diagnóstico, controlo, decisão terapêutica e seguimento de doentes com patologias do foro Imuno-hematológico.

Diretor do Serviço – Dr. João Meirinho Moura

Localização – Piso 0

Contactos – Tel.: 243 300 242 / Email: imuno@hds.min-saude.pt

Horário de atendimento – dias úteis, das 8h00 às 16h00

Medicina Física e de Reabilitação

   

O Serviço de Medicina Física e de Reabilitação integra-se na área dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica e presta cuidados de saúde de qualidade em reabilitação, com maximização dos recursos, promovendo a funcionalidade e satisfação dos utentes.

O Serviço presta cuidados a utentes em regime de ambulatório e de internamento, como consultas externas e internas de Medicina Física e de Reabilitação e tratamentos  a doentes externos e internados nos setores de tratamentos de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional.

Diretora do Serviço – Dr.ª Sara Bastos Räder


   CONSULTAS E TRATAMENTOS

Consultas de Medicina Física e de Reabilitação

Tratamentos de Mesoterapia e Acupuntura

Localização – Piso 0, no serviço de Medicina Física e de Reabilitação

Contactos – Tel.: 243 300 247 / Email: fisiatria@hds.min-saude.pt

Horário de atendimento – dias úteis, das 8h às 17h

Patologia Clínica

O Serviço de Patologia Clínica está integrado na área dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica e tem como missão a realização de análises clínicas, validação e interpretação de resultados, contribuindo para o diagnóstico, prevenção e tratamento do doente.

A sua atividade distribui-se pelas áreas de:

  • Bioquímica
  • Hematologia/Hemostase
  • Imunologia/Biologia Molecular
  • Microbiologia/Micobacteriologia
  • Autoimunidade
  • Citometria de Fluxo
  • Serviço de Urgência de 24h.
  • Consultas de Anticoagulação e de Coagulopatias

Diretora do Serviço – Dr.ª Isabel Gonçalves Padroso

 

Informações do serviço:

Carteira de serviços e tempos de resposta no HDS

Tempos médios de resposta no HDS

ACIDI Contactos Tradutores

Guia de atendimento ao utente

I. Utentes de outras Nacionalidades

Direitos e Deveres do utente (em português e inglês)

Direitos e Deveres do Utente (em francês)


Localização – Piso 0

Colheitas – dias úteis, das 8h00 às 10h30

Colheitas Hospital Dia/Oncologia – das 12h00 às 13h30

Secretariado – Contactos – Tel.: 243 300 244 / Email: spatcli@hds.min-saude.pt

Horário de atendimento – dias úteis, das 8h00 às 17h00 (atendimento geral)